Como Mudar Crenças Limitantes

As crenças limitantes atrapalham o nosso desenvolvimento e nos impedem de realizar nossos objetivos. Muitas vezes, essas crenças só existem na nossa cabeça e não correspondem à realidade. Elas funcionam como um bloqueio para que não façamos o que desejamos.

Alimentar a crença de que você não é capaz de aprender a tocar um instrumento musical ou de que não consegue falar em público só vai te levar a não realizar nenhuma dessas coisas.

Agora tente lembrar da última vez que desejou fazer algo, mas não conseguiu. É bem provável que um crença limitante tenha te impedido. Mudando o pensamento, a crença, você pode mudar também.Siga esse passo a passo e entenderá como é possível mudar uma crença limitante:

1º) Identifique uma situação desafiante em sua vida e que você deseja melhorar.

Exemplo: "fico nervosa e mudo minha voz, corpo e gestos toda vez que que preciso falar em público".

2º) Detectar a crença que está por trás dessa atitude e que será modificada.

Use uma ou duas frases, claras e concisas que resumem sua crença. Exemplo: "Não consigo falar em público. Sou uma pessoa tímida, insegura, não gosto de estar no centro das atenções "

3º) Pergunte-se sinceramente: esta crença é 100% verdadeira?

É provável que você perceba que não há nada de que possamos ter 100% de certeza. Por que se apegar a essa crença se ela não lhe traz nada além de problemas?

4º) Pense em como essa crença se originou.

Você foi mesmo, sua experiência, ou outra pessoa? Quem ou o que fez você criar essa crença? Se você não conhece ou tem exemplos de sua vida para ilustrar essa crença, certamente é uma crença irracional ou inconsciente, sem qualquer fundamento objetivo. Mais uma razão para descartar essa crença.

5º) Qual benefício secundário ou invisível que essa crença proporciona?

De acordo com a PNL, todas as nossas ações tem uma intenção positiva, mesmo que não tenhamos consciência disso. Fumar, por exemplo, pode nos relaxar, pensar (acreditar) que somos tímidos nos afasta da necessidade de nos expor aos outros e nos mantém em nossa zona de conforto.

6º) Como você está, como você age, como é a sua vida quando você acredita nessa crença?

Isso te aproxima ou afasta do seu objetivo?

7º) Escolha uma crença fortalecedora, contrária à crença anterior.

Crie uma declaração clara e concisa que o ajudará a se aproximar de sua meta.

8º) Encontre situações em sua vida que mostrem que essa nova crença faz sentido.

Pense em que outras áreas ou momentos anteriores de sua vida sua atitude correspondeu a essa nova crença, mesmo que em pequena proporção.

9º) Comece a introduzir essa nova crença em sua vida através da linguagem e de pequenas ações.

Quando você falar consigo mesmo e quando falar com os outros, use palavras relacionadas à nova crença. E aja de acordo com essa nova crença. Não precisa ser ao mesmo tempo, mas pouco a pouco. Comece a tomar pequenas ações que apoiem ​​a nova crença para demonstrar a si mesmo que essa nova crença é mais real do que a antiga (limitante).

Este exercício é baseado em ferramentas de Inteligência Emocional, PNL e Coaching. É uma mistura das diferentes técnicas de mudança de crença. Espero que seja útil para você.

E se você acha que este artigo pode ser interessante para outras pessoas, para que elas também possam mudar suas crenças limitantes, compartilhe nas redes sociais.

cta-logo

CONTROLE A ANSIEDADE E A DEPRESSÃO,

SEM MEDICAMENTOS!

Pesquisa

Search